quarta-feira, junho 18, 2014

À descoberta das Aldeias de Xisto

Os Desafios deram um curto salto à Serra da Lousã para finalmente conhecer os Centros de BTT e apreciar todo o trabalho desenvolvido em benefício da região e em particular para os amantes das bicicletas. Fomos mais precisamente para a aldeia de Favacal, situada muito perto do Centro de BTT de Ferraria de S. João a partir de onde tínhamos planeado alguns percursos.

 
Centro de BTT de Ferraria de S. João

Foi tudo muito simples de organizar, alojamento, restaurante, percursos pedestres e de ciclismo todo-o-terreno, toda a informação está disponível no site das Aldeias de Xisto, basta escolher o track, de acordo com o grau de dificuldade pretendido e descarregar.  A rede de percursos é grande e há tracks para passeios em família até grandes tiradas para passar o dia inteiro no selim.

O tempo era curto e sendo uma área desconhecida optámos por um percurso classificado como difícil com apenas 30 quilómetros de extensão mas um desnível significativo, 1300 metro de acumulado. Subir foi mesmo a palavra de ordem, estradões recortados na serra, num terreno algo solto e cravejado de xisto dificultam a progressão mas chegados ao topo tudo é compensado com a magnífica vista sobre a serra.

S. João do Deserto
Topo de pista de downhill


Pelo meio fomos atravessando algumas pitorescas aldeias completamente embrenhadas na serra nas quais o tempo parece ter parado.

Favacal
Casal de S. Simão

Nos vales corria água um pouco por todo o lado, ribeiros, rios, cascatas são outro dos atractivos da região.

Fragas de S. Simão
Praia Fluvial de Mosteiro

Ficou sem dúvida a vontade de regressar. Existe ali um potencial enorme para a prática de BTT e só temos pena não termos conseguido explorar mais outros sectores.

Não podia deixar de destacar a hospitalidade, fomos muito bem recebidos nas Casas do Favacal, com condições de segurança para guardar a bicicleta e uma excelente piscina para recuperar depois da volta.